01/08/14

Esmalte da Vez: Energia da Estação da Avon


Olá meninas!!! Estou aqui com mais um esmalte da vez, e o esmalte que escolhi pra mostrar vocês foi um rosa pink da Avon, o Energia da Estação.


Lindo, diferente de muitos que já usei antes, por ser rosa (muito difícil eu passar essa cor) e por ser um esmalte brilho, aqueles esmaltes que contém pequenos “glítter's” em sua composição. No esmalte fala que ele é de longa duração e realmente achei que ele durou bastante tempo, só depois de seis dias que ele começou a descascar.


Dependendo de quantas camadas você passar, ou do seu tom de pele, essa cor pode variar um pouco, tornando-o meio avermelhado. 
É Barato? Nem preciso falar né? Quando tratamos do preço dos esmaltes da Avon, eu acho ela bem generosa (bom que compro muitos de uma vez só, kkk). Comprei o esmalte por R$2,75 se não me engano, na “promoção”.  PROMOÇÃO!!! Não sei porque, mas eu adoro essa palavra kkk.  


Esse foi mais um esmalte da vez meninas, e espero que tenham gostado, e não deixem de me contar ali nos comentários o que vocês acharam!

Bjus, e até o próximo post.







31/07/14

Canecas na Decoração


Olá! Na semana passada, eu recebi uma caneca personalizada do pessoal da Zocprint. A Zocprint é uma loja de produtos personalizados on line. Lá dá pra comprar agendas, cartões de visita, canecas, canetas, adesivos e muito mais, tudo com a sua cara! Por isso, eu resolvi mostrar pra vocês meu cantinho onde guardo meus livros, em que eu decorei com canecas.


Minha estante de livros, fica bem ao lado da minha escrivaninha, e como eu gosto de ter algumas coisas mais à mão, eu adoro a ideia de colocar dentro de canecas. A minha personalizada, deixei com algumas canetinhas, e coloquei uma outra com lápis e tesoura. O mais legal é que as duas canecas são personalizadas, cada uma à sua maneira! haha


A Lara me deu essa caneca branca no início do ano, porque aqui em Formiga eu não tava encontrando, e ela acabou indo numa loja em uma viagem que ela fez, e lembrou que eu tava procurando a muito tempo. Acabei colocando uma frase em inglês, que na tradução livre, diz: "Ame tanto quanto você respira. Ria enquanto você viver."




No final, eu amei minhas canequinhas na minha estante! ♥ Ah, e eu trouxe algumas inspirações de decoração com canecas, ó:



As fotos acima foram tiradas do site we♥it, e se você quiser procurar por mais inspirações, é só digitar "mug" no campo de busca.

E se você gostou da minha caneca personalizada, e quer uma também, é só acessar o site da Zocprint e personalizar a sua!

Um beijo!



29/07/14

DIY: Tiara de Tecido


Oi! Na semana passada, eu postei aqui no blog um DIY de reforma de roupa! Se você ainda não viu, clica aqui. No tutorial de hoje, eu meio que reformei um acessório (queria informar a vocês que já voltei ao brechó e comprei mais coisinhas pra reformar e em breve mostro aqui ♥). Tinha uma tiara preta bem velhinha no meio das minhas coisas de cabelo, e eu resolvi dar uma cara nova pra ela. O tutorial de hoje foi fotografado a algumas semanas atrás, por isso não se espantem com meu cabelo. Ele ainda não cresceu tudo isso aí não! hahaha Vamos lá?


Materiais usados (foto1):  uma tira de tecido (para medir a largura, corte sempre 1,5cm maior que a largura da tiara), cola quente, tesoura e uma tiara velha.
O primeiro passo, é colar uma ponta da tira no interior do arquinho, como na foto 2.


Quando você terminar de colar, e virar o restante do tecido, vai ficar mais ou menos como na foto 3. Depois (foto 4) você dá uma dobradinha de 1cm mais ou menos no que sobrou de tecido, e dobra pra dentro de novo, e volta a colar na parte de dentro da tiara.


A foto 5, é como vai ficar depois de você ter dado o acabamento na foto 4 lá em cima. Já na foto 6, é a parte de finalização, só dobrar as pontinhas e colar com a cola quente pra fechar direitinho.


Um DIY bem rapidinho, e super fofis, pra quem curte acessórios de cabelo e quer dar uma repaginada nos que tem em casa. Dá pra variar a estampa quando enjoar, e é tão fácil fazer que você nem vai querer trocar a estampa, vai querer é ter mil diferentes! hahaha ♥ 

Espero que vocês tenham gostado!
Um beijo!


28/07/14

Look: Listras & Blazer Branco


Ola! Hoje finalmente eu vim mostrar pra vocês, meu blazer preferido. Quem me conhece, sabe que eu acompanho Pretty Little Liars desde o comecinho, porque a série começou numa época ~pra mim~ super decadente de Gossip Girl. Eu adorava GG, porém tava bem desanimada com o enredo na época, e quando soube que PLL ia começar, tomei forças pra continuar assistindo tudo de uma vez. Quando GG acabou, entrei em pânico, mas fui consolada por PLL. hahaha ♥ Mas o que isso tem a ver com o look de hoje?


O blazer do look de hoje, foi inspirado em um blazer usado pela personagem Spencer Hastings em PLL. Como cês sabem (ou não) eu costuro, e meu maior hobby, é me inspirar em modelos diferentes que vejo por aí, e fazer pra mim. Em Gossip Girl, eu adorava fazer vestidos e saias (taí o porque de eu gostar tanto de saias rodadas ♥) no maior estilo Blair Waldorf. Ainda faço muuuitas roupas naquele estilo, sempre que tenho vontade porque amo/sou. Mas de PLL, uma das peças que me inspirei, foi esse blazer. Meu amor é dele, desde o ano passado! ♥ 



A Camisa, eu comprei numa promoção esse ano, e quando vi, lembrei logo da minha maior inspiração fashion, a Lisa Dengler. Já vi diversos looks dela com uma camisa exatamente assim, e não poderia perder a oportunidade de ter uma também, já que tava na promoção e tal.. hahaha A bota cês já conhecem, né? ♥


Agora, aqui em baixo, coloquei uma foto do blazer em que eu me inspirei pra vocês verem! Claro que o meu tem algumas diferenças, porque só uso ele aberto, os botões são diferentes e dei uma mudada na modelagem no estilo de "essa eu sei fazer" e acredtito que o tecido também seja diferente. Mas taí. No final eu amei meu blazer "Spencer Spired".



Já escrevi demais por hoje e agora é a vez de vocês me contarem: 
O que vocês acharam do blazer? E do look todo? Querem ver mais peças feitas por mim em outros looks?

Um beijo!



26/07/14

Into The Wild: Na Natureza Selvagem



Olá, meninas.

Se tem uma coisa que eu amo é falar de músicas que gosto, dos filmes que já assisti e dos livros que li. E hoje eu trago essas três coisas em uma. 

Em quase um ano de blog, já apresentei a vocês meus inúmeros gostos musicais. Mas não sei se já contei pra vocês do meu amor platônico pelo Eddie Vedder. SIM minha gente, o vocalista do Pearl Jam já foi dono do meu coraçãozinho hahaha. E quando ouvi a voz dele na trilha sonora do filme Into The Wild ou na tradução Na Natureza Selvagem, eu tive que procurar mais a fundo sobre e digo só uma coisa: Estou maravilhada.

Na Natureza Selvagem é um filme estadunidense de 2007, dirigido por Sean Peen. É uma adaptação do livro de não-ficção de 1996, de mesmo nome, escrito por Jon Krakauer, baseado nas viagens de Christopher McCandless pela América do Norte, e sua vida na natureza selvagem do Alasca no começo dos anos 90.

Ônibus mágico

O livro começa com a descoberta do corpo de McCandless no Alasca, dentro de um autocarro abandonado nas coordenadas: 63°52′06.23″N 149°46′09.49″W. Daí em diante começa a retratar as suas viagens durante os dois anos, após ter concluído a licenciatura em História e Antropologia. Logo no início da viagem, McClandless abandona seu nome verdadeiro adotando Alexander Supertramp desde então...

Ficou curiosa? Leia o livro, tenho certeza que irá amar.

O filme é estrelado por Emile Hirsch como McCandeless e não segue uma linha totalmente linear a obra escrita, pontuando alguns flashbacks, dando toda a emoção. Além de Hirsch temos a eterna Bella, Kristen Stewart, Hal Holbrook, Marcia Gay Harden... Entre outros no elenco do filme.

Uma curiosidade sobre o filme, é que ele demorou 10 anos pra ser rodado. Já que Sean Peen queria a aprovação da família McCandless para que o filme fosse realizado. Leonardo DiCaprio chegou a fazer teste, mas foi substituído pelo Emile Hirsch, o que eu gostei bastante.



Gente, além do livro e/ou filme serem incríveis, o que dá um toque mágico a tudo isso é a sua trilha sonora. Então voltemos ao Eddie Vedder, hahahaha. Esse trabalho de Eddie Vedder foi seu primeiro álbum solo e obteve nomeação para vários prêmios nas categorias de melhor canção e melhor banda sonora e vendeu mais de 40.000 cópia na primeira semana.

O filme foi indicado a vários prêmios como o Oscar, Golden Globes, Critics' Choice Awards, Grammy Awards e vários outros. E merecidamente, a trilha sonora venceu várias dessas premiações.

"A felicidade só é verdadeira quando compartilhada."

O filme foi eleito um dos melhores de 2007 por  levantar várias reflexões sobre felicidade e sentido da vida.

O real Christopher Mccandless

Uma das trilhas sonoras mais incrível dos cinemas:

1. Setting Forth
2. No Ceiling Tradução
3. Far Behind
4. Rise
5. Long Nights
6. Tuolumne
7. Hard Sun
8. The Wolf
9. End Of The Road
10. Society
11. Guaranteed


Quem quiser comprar o álbum, tem aqui e aqui. E o livro está disponível na Saraiva, aqui e no Submarino, aqui.

É isso meninas, espero que tenham gostado do post de hoje, ele foi feito com muito carinho e até sábado que vem. Xx



25/07/14

Como Fazer imagens para fan page


Olá! No meu último post sobre dicas, eu dei algumas pra fazer sua página bombar, e ainda disponibilizei um link pra download de algumas imagens padrões. Hoje eu vim apresentar pra vocês alguns recursos on line que podem ser utilizados para tal, gratuitos e muito eficientes. Se você ainda não leu o último post sobre isso, clica no link ali em cima e venha saber a importância de se ter um conteúdo personalizado. Vamos lá?

O primeiro deles é o PicMonkey. Muita gente usa ele apenas como editor de fotos, mas dá pra fazer imagens bem legais com ele. Ele possui faixas, corações e outros carimbos gratuitos, além de uma variedade bem legal de fontes. Dependendo da sua criatividade, dá pra alternar fontes, colocar fundos bacanas, e criar muitas imagens personalizadas! Pra fazer isso no picMonkey é necessário criar uma imagem antes em algum editor de imagens no seu computador, e abrí-la no PicMonkey na aba "Edit".

O segundo é um gerador de quotes que eu já conheço a algum tempo. O BeHappy faz a geração automática, basta você digitar a frase. Depois é só escolher a fonte e se quiser, usar um carimbo em cima ou em baixo da frase. O fundo é sempre liso, mas quem não ama fundo batido? haha Eu particularmente ADORO!


O Quozio é mais ou menos o mesmo esquema do BeHappy. A diferença é que nele não dá pra mudar a fonte, mas os layouts são mais variados, e tem de fundo liso até fotos, e fundos texturizados.


E o último e mais legal de todos é o Canva. O próprio slogan do editor já diz: Com o Canva todo mundo pode se tornar um designer. Ele traz várias faixas e figuras geométricas no estilo daquelas páginas que a gente mais gosta, sabe? Aquelas frases bem elaboradas, com fontes diferentes e no capricho. Indico pra todo mundo que tiver um tempinho de sobra e quiser repaginar a página do facebook. Só cuidado pra não sair pegando tudo que vê na frente (que aliás, tudo é lindo) e fazer imagens caregadas. Na página inicial você loga com o facebook mesmo, e seleciona o arquivo que quer gerar. Dá pra fazer desde capa pra facebook até convite, infográfico e tudo mais. Ah, e o background das imagens é totalmente editável, e dá pra colocar qualquer foto que você tenha aí e combinar com os designs do editor. O máximo, né?


Espero que vocês façam bom uso das ferramentas acima, e eu quero já saber: Você conhece mais algum editor on line que ajude a dar um up na página do facebook?  Compartilha com a gente!

Um beijo!

24/07/14

Esmalte da Vez: Maçã do Amor da Risqué



Olá meninas!!! Aqui estou eu de volta, já que faz um tempão que não posto alguma coisa...kkk
Motivos do sumiço: Fui fazer uma viagem em família, uma excursão para Aparecida do Norte – SP. Rezar um pouco, agradecer pela vida, pelos meus amigos, pela minha família, pelo blog que ta crescendo e além de todos os agradecimentos fui fazer umas comprinhas também. Lá é um dos melhores lugares pra comprar bugigangas, tanto que comprei um presentinho pra Mari, onde espero que um dia ela poste aqui pra vocês. haha



Agora vamos falar de coisa boa (esmaltes)... kkk E o esmalte da vez é o maçã do amor da Risqué. Nem preciso falar que ele é antigasso. Tive que resgatá-lo do fundo do baú junto da minha coleção old de esmaltes que tenho aqui em casa... kkkkk
Em cada pessoa esse esmalte fica em um tom diferente, em mim como dá pra ver fica um vinho mais fechado, se fosse em uma pessoa mais clara, tipo a Mari ele ficaria mais aberto mais puxado pro vermelho.
Pra chegar nesse tom passei duas camadas. E o esmalte é ótimo de passar, pois ele não deu nenhuma mancha e nenhuma bolha. 



Espero que tenham gostado! 
E aí, você tem algum esmalte old but gold igual esse aí? Me conta ali nos comentários!

Bjus e até o próximo post.



23/07/14

Ressaca do passado



Tô com ressaca do passado, consequência gerada por alguém que antes de mim, afirmou que o tempo deveria ser dividido em passado, presente e futuro. O passado teve um efeito dominó em mim. A primeira peça foi derrubada e as outras simplesmente caíram juntas, não me dando tempo pra parar algumas peças que hoje, poderiam fazer parte do meu presente. 
Mas eu acredito em uma força maior que tudo tem uma razão para nem sempre ser da forma que desejamos, porém confesso que muitas vezes tive vontade de voltar e mudar, e fico me perguntando e se? 
E se não tivesse dito aquelas palavras? E se não tivesse acreditado no cara errado? E se não tivesse ajudado aquela amiga com aquele menino? E se tivesse feito novas amizades? E se tivesse escolhido melhor em quem confiar e ter próximo de mim? E se tivesse mostrado meus textos e cartas não enviadas, o final da nossa história teria sido diferente? E se... e se? São tantas as perguntas e nenhuma resposta.É frustrante saber que enquanto vivermos continuaremos a dividir os acontecimentos da nossa vida em passado, presente e futuro.  
Quando era criança, minha mãe me ensinou que o passado era aquilo que não era possível voltar atrás, consertar e vivenciar novamente. Agora, com um pouquinho mais de idade e pouco entendimento sobre a vida, vejo que a teoria da minha mãe, não é totalmente verdadeira.
Sim, o passado não se tem como consertar e mudar – nem toda ciência e tecnologia não nos proporciona isso ainda, criando uma máquina do tempo -  mas o passado está  mais presente do que imaginamos. Ele está em quem somos hoje. O que somos é reflexo do que vivemos, aprendemos, e pasmem, até dos nossos arrependimentos. 
Não posso mudar o meu passado, mas posso aprender com ele. É meio clichê eu sei, mas posso mudar o meu futuro, mesmo ele sendo incerto.  Posso não ter visto o sol nascer ontem, nem ter me dado conta de como as estrelas e a lua são lindas, mas eu tenho a chance do poder fazer tudo isso hoje. 


-----------------------------------------------------------------------------------------------

O texto de hoje foi enviado pela leitora Thalia de 16 anos. Ela mora em Mariana-MG e é apaixonada por escrever! Tumblr | Twitter | Facebook

22/07/14

DIY: Short Destroyed por R$6,00


Olá! Tudo bem? Hoje o tutorial é sobre reformas! No ano passado, eu fui num brechó, e trouxe essa calça jeans velhinha por R$3,00. A intenção era transformá-la em alguma coisa depois, mas acabou que com a correria eu acabei esquecendo ela no fundo do armário. Mas nada como uma arrumação pra achar coisas perdidas, né? Foi o que aconteceu esse fim de semana. Aproveitei que achei, e fui logo dar um jeito de botar a mão na massa, antes que eu a esquecesse de novo.


A calça era assim antes. Bem basicona e com a cintura mais alta. Lá no brechó tinha muitas assim. Mas trouxe essa na época pelo tom do jeans e porque ela me serviu certinho, e não iria precisar apertar nas laterais.



O primeiro passo foi marcar a altura do short. Eu particularmente gosto de sempre deixar a lateral menor que a entre pernas, porque acho que dá um acabamento legal, mas se você quiser, pode cortar reto também.


Agora é só pegar uma faca de serrinha bem boa e cortar a barra. Com a faca, o acabamento destruído vem de imediato. Se caso você cortar com a tesoura, à medida que for lavando ele vai desfiando de qualquer maneira, mas fica um pouco diferente no final. Quando você corta com a tesoura fica tudo muito certinho e vai formando uma "franjinha" certinha na barra. Com a faca de serrinha ela fica irregular e é isso que é o legal do short destroyed.


Quando eu cortei tudo, ele ficou assim. Maravilha! Era isso mesmo que eu queria.


Agora, é a hora de fazer os efeitos rasgadinhos no short. Com a mesma faca de serrinha, você corta uma linha na horizontal, e depois "raspa" a faca com bastante força na vertical. Aí vai saindo umas pluminhas, e você vai vendo o efeito destruído começar a se formar. Fiz isso nos bolsos de trás e na perna na parte da frente. Eu não destruí ele demais, porque com as lavações os buracos vão se abrindo, e eu queria um destruído não tão destruído. Mas vai do gosto de quem faz! Dá pra destruir o short todinho se quiser!


A última etapa, foi a colocação dos spikes nos bolsos da frente. Já posso ganhar o troféu paciência eterna porque de cada lado foram cerca de 80 spikes! hahaha


No final, o short ficou assim:


 Os spikes custaram cerca de R$3,00 e o total pra fazer o short, ficou em R$6,00. 

Em breve eu pretendo reformar muitas roupas aqui no blog, só preciso desenrolar algumas pendências por aqui. Mas eu gostaria muito de saber se vocês gostariam de ver mais posts de reformas assim, e se tiver alguma sugestão/dúvida pode deixar nos comentários!

Um beijo!