Irresistíveis Irrealizações


Liberdade é bem mais simples do que o que você quer sentir. E isso vale para felicidade também.

Eu sei que existe uma maneira certa de escrever esse texto, mas optei pela errada. Desperdiço é mais bonito – ou pelo menos mais sincero.

Permita-se errar. Tem muita gente frustrada por aí, as olheiras denunciam. “Será que eu virei uma daquelas pessoas que olham as olheiras ao invés dos olhos”? Exaustão. Esquecemos o que é prioridade e o que pode ser esquecido como dieta em final de semana. Tudo é tão urgente, tão rápido, tão intenso… Tão banal.

Perdas são inevitáveis. “Deixo para trás tudo que não for essencial”. Escolhas precisam ser feitas. Por que viver tantos personagens? Se eu tentar ser a melhor filha, a melhor escritora, a melhor namorada, a melhor amiga e ainda ter a bunda mais bonita, vou explodir pela pressão. O preço é alto demais. “Vou degustar o que há de melhor no mundo, não quero provar nada à ninguém”. Quem perde para o impossível está ganhando.

Não precisamos matar um leão por dia, podemos acariciá-lo e levá-lo para dar uma volta no parque, em plena segunda-feira pela manhã. Podemos fazer as pazes com os nossos erros, e aceitá-los e apresentá-los à família e tudo.

Estou levantando bandeira branca. Desenhe o que quiser nela, mesmo que digam que está feio e torto e errado e sem visão e fora dos padrões… Mas que seja sua e tenha a beleza exótica que só uma obra autêntica pode conter.

Perca a batalha e vá para casa descansar. No final das contas, todo mundo é apaixonado por alguma causa perdida. “Yes, we can”. But no, we don’t have to.

3 comentários:

  1. Quem quiser conferir um pouquinho mais de mim,
    por favor visite: www.correioelegante.blog.br

    Espero que vocês gostem!

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Adorei o texto, rs. Parabéns pelo blog. Beijos,

    Aritana - (http://arimaciel.blogspot.com.br/)

    ResponderExcluir
  3. Oi Fernanda!
    Seu texto caiu como uma luva para mim hoje. Estava realmente me fazendo algumas perguntas e, só para variar, deixando a pressão tomar conta.

    :)
    Obrigada.

    Aliás, ótimo texto.

    Beijinhos,
    Nina Xaubet
    www.storytimestoryteller.blogspot.com

    ResponderExcluir

O Blog Menina, te contei? é um blog de Moda, DIY e Lifestyle