Porque eu criei o blog?


Oi! Hoje é dia de escrever um daqueles post's que contam um pouquinho sobre como tudo começou. Aproveitando que nesse mês, o blog completa um ano e meio no ar, e a minha vontade imensa de escrever sobre tudo que me aconteceu nesses últimos meses, prepare-se pra conhecer um pouquinho mais sobre mim, sobre o blog e sobre tudo que me cerca.

Quando ninguém da minha cidade ainda tinha orkut, eu já tinha criado uma conta e ia pra casa do meu tio nos fins de semana fuçar em comunidades e conversar com "estranhos". Quando eu cheguei na escola e contei pra todo mundo que eu tinha um orkut e um ICQ, me lembro como se fosse ontem a expressão das minhas colegas ao me perguntar "o que é isso?" "como funciona?" "quem criou pra você?". MSN? Em 2004-2005 no meu círculo social de amigos da escola e do encontro de jovens que eu fazia, pouquíssimas pessoas tinham. Em 2006 mais ou menos minha mãe comprou um computador e colocou internet aqui em casa. Antes disso, internet era vista como um "brinquedo" e não como uma fonte imensa de informação e comunicação. Mas era daquelas internet's discadas que só podia usar no fim de semana e caía a cada 30 minutos e levava mais no mínimo 2 horas pra conectar de novo. O computador virou motivo de briga entre meus irmãos e eu. 

Alguns anos depois, em as coisas já estavam mais fáceis, e finalmente eu juntei um dinheirinho e comprei meu notebook. Chega de brigar! hahaha A banda larga também chegou aqui e agora a gente pode ficar conectado 24h por dia sem aquela preocupação de "e se alguém ligar pra mim?". Além de não mais ocupar a linha do telefone, hoje em dia receber uma ligação é cada vez mais raro né? hahaha Mas afinal, porque eu dei essa volta enorme pra chegar na resposta da pergunta do título do post?

Na época da blogosfera old, onde blog era só um espaço pra contar sobre você, no estilo de um diário virtual, eu criei vários desses pra mim. Mas eu nunca atualizava por medo, vergonha e aversão sobre o que as pessoas poderiam pensar de mim ali. E talvez eu achasse minha vida um tanto desinteressante também. Em 2009, eu criei um espaço onde eu era anônima, pra escrever sobre receitas e dicas de moda e beleza. Desisti por falta de tempo e porque eu queria me dedicar mais a alguns projetos pessoais. Naquele momento era prioridade fazer meu curso de costura e estudar pro vestibular. Em 2013, numa conversa de rotina na faculdade, eu e a Lara resolvemos abrir um espaço pra compartilhar tudo aquilo que a gente conversava nos intervalos entre uma aula e outra sobre temas que não traziam tanto brilho nos olhos assim. E foi aí que o Menina, te contei? nasceu.

No começo do blog, eu fazia muitos posts sobre esmaltes, mas convenhamos, eu sou apaixonada por eles, mas minhas unhas nunca ajudam. Também falava sobre músicas, mas com o tempo aquilo ali não me empolgava mais. Sou dessas que ouve a mesma música até enjoar, e raramente procuro uma banda nova ou diferente das que eu já costumo ouvir.  No decorrer  de todo esse tempo, eu fui afunilando temas que eu mais gostava de falar, e fui criando o foco principal, que é customização, moda e beleza. Sem encheção de linguiça, sem invetar post's que nada dizem sobre mim e minha essência, e me dedicando quase 24 horas por dia, 7 dias da semana pra trazer conteúdo. Compartilhar sobre o que eu uso, o que eu faço, o que eu costuro e o que eu cozinho se tornou uma prioridade linda na minha vida. 

Conheci pessoas legais, pessoas nem tão legais assim, as que se uniram pra formar uma força juntas, e as que preferiram seguir sozinhas por puro egoísmo e vontade de ser o destaque dos destaques. Mas a real mesmo é que a blogosfera é um lugar cheio de gente linda fina, elegante e sincera (salvo excessões). E ao mesmo tempo a blogosfera é um lugar cheio de dúvidas, e de quem tá ali sorrindo na sua frente, mas pronto pra puxar o tapete quando se sentir superior e preparado para tal (This is real life). Mas apesar disso tudo, eu ainda acredito que existe mais pessoas de bem por aí, e o que não presta a gente deixa pra lá e segue a vida feliz por fazer o que gosta.

Aprendi com esse tempo (que pode ser pouco ou muito, depende do seu ponto de vista..), a não ligar muito pro que as pessoas irão pensar sobre mim e a não fazer drama interior (drama interior é o carinhoso apelido pra auto-crítica excessiva e sofrer por antecipação com o que pode acontecer e o que as pessoas poderão pensar sobre aquilo). Tudo bem, eu nem sou tão relax assim (ainda). Mas confesso que perdi 70% da minha vergonha na cara e da minha auto-crítica. Além disso, eu passei a me preocupar mais com o meu bem-estar e com o bem-estar de quem me cerca. 

Pra finalizar, eu gostaria de agradecer a você que chegou até aqui. Além de gostar de ler, você é muito paciente! Agora chegou a sua vez de falar e me contar nos comentários o que você acha sobre textos assim, sobre mim, sobre o blog e tudo junto & misturado. Se você também tem uma relação de amor com as internet's, me conta!

Esse post faz parte de uma blogagem coletiva do Rotaroots.

Beijos!

10 comentários:

  1. Me identifiquei muito com seu texto Mari, eu também já tive outros blogs, e falava muito sobre esmaltes! HAHA. O primeiro eu não mostrava para ninguém porque eu morria de vergonha, e agora já lido muito bem com isso, não 100% mas quase isso :P
    Ri demais com a parte: "Conheci pessoas legais, pessoas não tão legais assim". Porque isso é a pura verdade! A blogosfera está lotada de pessoas que são mil flores na nossa frente e na primeira oportunidade puxa o tapete para se tornar "superior", "mais famosa" ou o diabo a quatro!
    Beijinhos <3

    www.despadroniza.com | Fanpage

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isa, eu sabia que você ia achar essa parte engraçada.. hahahah ela não foi pra ninguém específico, mas serve a carapuça pra muita gente né?

      beijos! ♥

      Excluir
  2. Mari, parabéns por compartilhar coisas que queria dizer e nem sei como começar.
    Eu simplesmente amo blogar, eu faço o blog para mim e depois que penso nas pessoas rsrsrs Eu não faço muitos textos falando sobre mim e o que uso, o que gosto e tal (coisa que quero mudar).O blog pra mim só trouxe coisas bacanas, nunca me envolvi com pessoas egoístas e fui sacaneada (amém), mas sei que isso acontece e muito por ai nesse mundo blogoférico rsrsrs
    Ahh, quero aprender a gravar vídeos e colocar mais vida no meu blog.
    O seu blog é bem legal, seus textos não são chatos, ao contrário bastante interessantes, só a letra dos post poderia ser um pouco maior. rsrsrsrs Adoro saber como o blog começou, qual o estopim que deu início ao blog e coisa e tal.

    Sucesso e boa sorte.
    Bjos,
    http://blogdmulheres.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!
      Blogar é muito bom né? O nosso cantinho tem que ter a nossa cara mesmo..
      Menina, aprenda sim, gravar vídeos é bem legal! Muito obrigada de coração!

      Beijos

      Excluir
  3. Sou daquelas que quando vê texto longo, fica com preguiça de ler, mas fui me identificando com cada parágrafo, incluindo a net discada, o "falar com estranhos", a briga pelo computador, juntar money e comprar o meu... Hahahaha que texto foda! Pode tratar de fazer mais assim! E sou supeita a falar que concordo com o que você disse nos últimos parágrafos... Tem muita gente pra te ajudar, estender a mão. Mas tambpem tem muitas que tão só esperando um vacilo seu, puxar seu tapete e te deixar no chão. E o pior que isso não é válido so p blogosfera nao!! Foda, né? :/ Mas bom saber que a gente ainda tem com quem contar <3
    Sucesso, Mari!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ownnnn gente!!! Não acredito que vc largou a preguiça pra ler.. hahahaha Prometo que vou tentar escrever mais sim dona Ana! A gente ainda tme com quem contar e tem mesmo é que ignorar pessoas que não acrescentam em nada, né?

      beijos!

      Excluir
  4. Adorei ler sobre a história deste espaço aqui e sobre a sua também (é claro)! Continue com esse tipo de post. Assim como você, ouço as mesmas músicas até enjoar e também amo esmaltes, mas tenho unhas que não facilitam. Quebram a toda hora. Pode isso?! rsrs Sucesso com o blog! Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz, Carla! Vou tentar escrever mais por aqui.. rsrsrs
      Menina, já tentei de tudo que você imaginar.. todos os fortificantes.. e nada! :(
      Muito obrigada!

      Beijos!

      Excluir
  5. Aii Mari... meu caso de amor com seu blog, foi a primeira vista! rs Conheci um dia do nada e do dia pra noite virou um dos meus blogs preferidos! <3
    Amei o texto! Um grande beijo!

    http://renatavernisi.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Amo quando você escreve post's assim, sou sua fã Mari desde o início, parabéns por nunca ter desistido, beijos e saudades.

    Sinto falta de quando a gente conversava no facebook.

    www.thayseallves.blogspot.com.br entra lá. Beijos

    ResponderExcluir

O Blog Menina, te contei? é um blog de Moda, DIY e Lifestyle