5 maneiras de mandar a tristeza embora


Eu sei, você pensou que esse seria um texto-receita de como não ficar triste. Mas ele nada mais é que algumas dicas, que podem ou não funcionar pra você como funcionam pra mim. Esse post faz parte da blogagem coletiva "HELP"que eu e mais algumas lindas vamos fazer todo mês. No final do post tem os links dos posts de todas que postaram nessa rodada ♥. Em 2011, muito antes de sonhar em ter um blog, eu passei por um dos momentos mais ~fossa~ da minha vida: Eu acabava de jogar meu sonho de fazer uma faculdade de Moda fora, por que isso simplesmente deixou de ser um sonho; Eu entrei numa outra faculdade por "obrigação" e todos os dias a pergunta que não queria calar quando eu colocava os pés na sala de aula era: "o que eu tô fazendo aqui?" e pra piorar - levei um pé na bunda por telefone. A 4 anos atrás a Mari que vos escreve agora era uma pessoa sem motivação pessoal e profissional nenhuma. Eu simplesmente queria dormir e dormir pra fugir daquele bolo de lã que ficava na minha garganta o dia inteiro, e que aumentava ainda mais quando alguém tentava conversar sobre.

Eu sei, eu tava totalmente errada de continuar angustiada por fatos que fazem parte da vida e que hoje eu acho tão naturais. Mas quem está passando por um momento difícil nunca enxerga que talvez o motivo da tristeza é banal, e que a vida continua e a gente precisa se manter de pé, buscando novos caminhos e novos horizontes tanto pessoais como profissionais. Um belo dia - acredito eu - um milagre de Deus aconteceu em mim, e eu decidi buscar atividades que não fossem apenas ~dormir~ pra fugir dos sentimentos ruins. Hoje, acredito que elas ainda funcionam, mas uso-as constantemente mesmo não estando triste, porque ocupar a mente com coisas produtivas é sempre melhor que ficar se remoendo por alguma coisa mínima que aconteceu no seu dia.

Foi fácil mandar toda essa angústia acumulada fora? Não, não foi. Eu levei alguns (muitos) meses pra me recuperar, mas sentia que eu tava lutando por mim. Foi quando eu expus a ferida e aceitei a realidade de que sim, eu estava sofrendo mas que eu também queria sair desse mar de ~bad vibes~ que eu mesma me encarreguei de criar pra mim, naquelas circunstâncias. (Taí mais uma demonstração de amor próprio que podemos fazer por nós mesmas).

1- Perdoe

Guardar rancor ou sentimentos do tipo por pessoas que te fizeram mal é a primeira regra de ouro (que eu só descobri bem mais tarde) pra mandar a tristeza embora. O perdão te tira uns 50kg de peso das costas (ou mais) e te ajuda a continuar seguindo mais leve. Se um babaca terminou comigo por telefone, beleza ele não vai deixar de ser um babaca... Mas ficar remoendo o que aconteceu só é ruim pra quem o faz. Perdoar não significa por exemplo você aceitar essa pessoa de volta, mas aceitar a realidade de que sim, aconteceu. mas passou e você tá seguindo em frente, assim como a outra pessoa. E desejar que ela seja feliz ( e que pare de ser babaca nos próximos relacionamentos, por favor hahaha).

2- Assista Filmes. Jogue fora os filmes que te fazem chorar (exceto aqueles de cachorros).

É muito sério. Se apega no terror, na comédia, na ação em qualquer gênero de filme, menos naqueles que te fazem chorar. Porque mesmo que no final o filme tenha um desfecho lindo, a gente não consegue escapar do sentimento de "porque não acontece comigo?" ou "porque comigo não foi assim?". Então, corte o drama e o romance da lista de filmes a assistir.

3- Faça algum tipo de atividade física

Pode ser qualquer uma. Mesmo que seja passear com seus cachorrinhos três vezes por semana. A atividade física quando programada, melhora nossa disposição pra levantar do sofá e além disso existem muitos estudos que comprovam que ela deixa a gente mais feliz e satisfeito com a vida. Então, deixa a preguiça e o comodismo de lado e mexa-se!

4- Ouça músicas animadas.

Quando eu fico um pouco triste, eu escuto músicas que eu normalmente não escutaria. Pra dar risada de mim, mesmo que por dentro, sabe? Escuto músicas antigas, bregas e também todo aquele tipo de música que daria vergonha alheia de ver alguém ouvindo alto. Aumenta o som do fone de ouvido e ouça B'roz, Floribella, Rouge, Vanessa Camargo dazantigas, Sandy e Júnior, Calypso, Anitta, e também aqueles tecnobregas "sabe aquele gelo que você me deu? Eu tô tomando ele na balada com Whisky e red bull". hahahaha Rir de nós mesmos é sempre o melhor remédio e porque não tentar novos (ou antigos)  gêneros musicais? Vai que numa dessas você vicia em Rouge de novo e isso te faz bem? (Juro que eu não vou te julgar haha ♥)

5- Ocupe seu tempo livre com atividades que você goste de fazer.

Ligue praquelx amigx, e marque de ir tomar um sorvete ou ir numa festa legal. Quando as coisas estiverem difíceis e você não encontrar ninguém pra sair (porque acontece, né?) procure um livro divertido, ou um filme legal pra ver. Palavras cruzadas e sudoku (e todos os exercícios cerebrais do tipo) também são sempre uma boa pedida pra quando você não ta afim das opções anteriores. Eu sou suspeita pra falar, porque eu não trabalhava na época e portanto não tinha grana pra ficar saindo sempre. Mas pra comprar mil revistinhas de sudoku eu tinha ♥ hahaha Fiquei viciada naquilo! Hoje eu ainda faço porque adoro, mas faço com bem menos regularidade. O importante é você manter-se em ocupação pra não ter tempo de pensar em tristeza de novo. 

Você vai ver que com o tempo fica bem mais fácil não se sentir triste, e que aquilo foi só uma fase ruim. Eu continuo usando essas dicas na vida, porque elas me salvaram lá em 2011 e porque não podem continuar me salvando agora?

As meninas lindas que também participaram dessa blogagem, foram a Dani, a Analu, a Pri, a Karol, a Rafa e a Maria! Ali embaixo, coloquei os links dos blogs de cada uma ♥


E você, o que faz pra se sentir melhor quando a tristeza chega e não quer ir embora?
Um beijo!



8 comentários:

  1. "Mas quem está passando por um momento difícil nunca enxerga que talvez o motivo da tristeza é banal, e que a vida continua e a gente precisa se manter de pé (...)" Essa frade diz tudo!
    Eu também não assisto nada que seja da vibe romântica/melosa, evito ao máximo essas coisas, porque eu sempre tento identificar minha vida com o filme.

    :: Blog Danielices | Fan Page ::

    ResponderExcluir
    Respostas

    1. Dani, é impressionante como somos parecidas em muitas coisas! Esses filmes de drama só servem pra me deixar mais na bad quando eu já estou! hahaha

      beijosss

      Excluir
  2. Muito boas essas dicas, eu sempre faço exercicio ou tento fazer alguma coisa que eu gosto.
    rebeldiaemv.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Pra espantar a tristeza preciso de um panela de brigadeiro e um filme de comédia, hahah :)
    Beijão!

    Sorriso Espontâneo

    ResponderExcluir
  4. OMG! Quando levei o meu primeiro pé na bunda não segui nenhuma dessas alternativas kkk ainda bem que está tudo superado <3 Amei o blog!

    http://factoryideias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Concordo com tudo que você falou Mari! Acredito que o mais difícil seja perdoar hahaa porque nem sempre queremos terminar né? então é complicado :(

    beeijos
    www.mistureomix.com.br

    ResponderExcluir
  6. mari eu amo o seu blog vc é increível!
    www.byevyllen.blogsport.com

    ResponderExcluir

O Blog Menina, te contei? é um blog de Moda, DIY e Lifestyle